segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

DÓI DEMAIS MEU PEITO!!!!



EU QUERO MINHA FILHA DE VOLTA! QUERO OLHAR PARA ELA, TOCAR AS MÃOS DELA! ABRAÇAR! BEIJAR!

ROUBARAM  MINHA FILHA PARA SEMPRE...SIM,  EU ME SINTO ROUBADA...E ME DIZEM QUE PARA CÁ ELA NÃO VOLTA...E EU AINDA ESPERO ELA ENTRAR SORRINDO POR AQUELA PORTA, LINDA, FALANDO: "MÃÃÃAÃÃÃE!"

NÃO ME DIGAM  QUE ISSO É IMPOSSÍVEL! EU AINDA NÃO ME ENCONTREI DIREITO COM A REALIDADE! EU NUNCA VOU ME ENCONTRAR COM A REALIDADE!   

DROGA DE VIDA MISERÁVEL E BANDIDA!  EU SABIA, DESDE CRIANÇA, QUE UM DIA EU IA PASSAR POR UM SOFRIMENTO TERRÍVEL! ERA ESSE! POR QUE NÃO FUI EU? POR QUE NÃO FIQUEI CEGA, SURDA, PARAPLÉGICA? DEIXASSEM MINHA FILHA VIVA! NUNCA PENSEI QUE VIVER FOSSE UM MARTÍRIO, UM CALVÁRIO MESMO!

MÃE DO CÉU QUE ENTENDE MINHA DOR, ME AJUDE, ESTOU  COM A MESMA ESPADA QUE O PROFETA SIMEÃO PROFETIZOU, QUANDO JESUS ERA BEBÊ, QUE IRIA TRANSPASSAR SEU CORAÇÃO UM DIA; 

A DOR NÃO É SÓ A TORTURA PSICOLÓGICA, É TAMBÉM FÍSICA. MEU CORAÇÃO DISPARA, E MUITAS NOITES TENHO TANTA DOR QUE PARECE QUE VOU ENFARTAR. FICO QUIETA NA CAMA SENTINDO AQUELA DOR FÍSICA, A DOR QUE EXPRESSA A DA MINHA ALMA!

SIM, AS LETRAS  ESTÃO ASSIM PORQUE ESTOU GRITANDO!!!
 

3 comentários:

Fernanda disse...

Sua dor é desesperadora, terrível, dilacerante... Que Deus te conforte, porque somente Ele é capaz de alcançar o seu coração de maneira profunda. Eu imagino o seu desespero ao deparar com a realidade. Imagino que a vontade seja essa: gritar, espernear, esmurrar, não conformar... Mas vou agora mesmo pedi para que Deus acalme seu coração e o encha de paz, nesse momento (18:29), onde quer que você se encontre agora! Bjs e sinta-se abraçada (por uma desconhecida, mas que se comove muito com sua dor!) Fê

Tenylle disse...

Grite mesmo, Patrícia! Sua dor é gigante, e como vc sempre diz, nenhuma mãe merece! Não encontro palavras, pq na verdade não existem palavras que consigam expressar os meus sentimentos profundos e sinceros.A única coisa que consigo dizer é que estou sempre por aqui, e sempre me solidarizando, pois como te falei, me identifico muito com vc. fique com Deus e que a paz do Senhor Jesus chegue até vc e seu coração possa se acalmar até o dia que vc se encontrará com sua FILHA. Abraços.

P.S: A PIOR AUSÊNCIA É A DOS SENTIMENTOS!!!! O AMOR QUE UNE VOCÊ E A CAROL, RESISTIRÁ A ESSE AFASTAMENTO TEMPORÁRIO.

Patricia disse...

Minhas amigas...
Vocês compreendem minha dor porque são pessoas especiais, nem todos são assim, há pessoas frias que acham que uma mãe consegue superar algo assim, por incrível que pareça. pessoas que são até mães.
Eu posso "sobreviver", mas nunca mais serei a mesma, e se chegar a ficar idosa (que Deus não permita, antes eu queria porque queria ser até bisavó, agora não), mas caso isso aconteça, até lá terei madrugadas gritando minha dor e lembrando minha filha. "A dor de uma mãe que perdeu un filho só é calada com a morte." (não me lembro o autor).